Muitos estudantes subestimam a importância de aprender a gramática para elevar o nível de proficiência. Então, se você quer se sair bem em provas em que você precisa escrever em inglês, o estudo dessa área será fundamental.

Além disso, conhecer as regras que determinam o modo correto de anotar palavras ajuda tanto na construção de trabalhos e apresentações, como na sua segurança em falar o idioma.

Por isso, continue a leitura deste texto para conferir algumas dicas para melhorar o seu inglês!

Pegue essas dicas para escrever em inglês

Você já sentiu aquele incômodo de saber falar uma frase, mas quando chega na hora de anotar algo no caderno, você trava e acaba escrevendo errado? Então confira essas dicas para evitar os erros mais comuns da gramática em inglês.

Cuidado com as preposições

As preposições são as palavras que ligam umas às outras em uma sentença. 

Os erros acontecem porque muitas vezes um mesmo termo em inglês possui diferentes traduções de acordo com o contexto. Por exemplo, “in” pode significar “dentro de”, “em”, “de”, “no/a” e “a”.

Para não errar, a dica é estudar essa classe de modo contextualizado. Ou seja, da forma como elas aparecem nas frases.

Lembre-se de conjugar os verbos

Outro erro comum é esquecer de conjugar verbos em inglês. O que é um problema para os brasileiros, já que a língua portuguesa se flexiona mais do que outros idiomas.

A simplicidade da língua mais falada do mundo, neste sentido, confunde mais do que ajuda na hora de escrever. Por exemplo, o verbo “to play” no presente do indicativo só muda na terceira pessoa do singular: “he/she/it plays”.

Atenção para a ortografia

Escrever as palavras inglesas corretamente também é um desafio porque não existe um padrão para explicar os motivos de um elemento ser escrito da forma como ele é. 

Por exemplo, existem vocábulos que são escritos de forma diferente, mas possuem a mesma pronúncia, como seen/scene (visto/cena). Já outras são escritas da mesma forma, mas com sons diferentes, como read/read (ler).

Ou seja, sem uma regra para conectar a pronúncia com a forma de escrever em inglês é preciso praticar a leitura, observando o contexto da língua para memorizar as palavras.

Cuidado com os cognatos 

Muitos termos do inglês se assemelham às palavras do português, porém nem sempre elas possuem o mesmo significado. Quando isso acontece, temos um caso de falso cognato.

Por exemplo, “comedy” e “comédia” são cognatas, pois possuem o mesmo sentido em ambos os idiomas. Já “pretend” (fingir) e “pretender” são falsos cognatos, já que representam coisas diferentes.

Por isso, é importante não se basear apenas pela semelhança quando for escrever.

Dica de ouro: treine a escrita e leia bastante

Para evitar os erros que apresentamos neste artigo e dominar a escrita da língua inglesa, você pode treinar copiando textos que você entende. Para isso é importante ler novos textos diariamente para aumentar seu vocabulário e testar seu conhecimento sobre novas palavras.

Quando você treinar a escrita, utilize papel e caneta para criar uma memória muscular das palavras. Assim, você reforça a memória visual e auditiva absorvendo definitivamente a forma correta de escrever em inglês.

Já no momento de leitura, vale grifar as palavras que você não conhece, estudar seus significados e escrevê-las montando frases e ouvindo sua pronúncia correta.

Você também sempre pode contar com a qualidade no ensino do curso Cultura Inglesa para o domínio completo do idioma!